quinta-feira, 29 de março de 2007

Se--- (Tradução)

If---

If you can keep your head when all about you
Are losing theirs and blaming it on you;
If you can trust yourself when all men doubt you,
But make allowance for their doubting too;
If you can wait and not be tired by waiting,
Or, being lied about, don't deal in lies,
Or, being hated, don't give way to hating,
And yet don't look too good, nor talk too wise;

If you can dream - and not make dreams your master;
If you can think - and not make thoughts your aim;
If you can meet with triumph and disaster
And treat those two imposters just the same;
If you can bear to hear the truth you've spoken
Twisted by knaves to make a trap for fools,
Or watch the things you gave your life to broken,
And stoop and build 'em up with wornout tools;

If you can make one heap of all your winnings
And risk it on one turn of pitch-and-toss,
And lose, and start again at your beginnings
And never breath a word about your loss;
If you can force your heart and nerve and sinew
To serve your turn long after they are gone,
And so hold on when there is nothing in you
Except the Will which says to them: "Hold on";

If you can talk with crowds and keep your virtue,
Or walk with kings - nor lose the common touch;
If neither foes nor loving friends can hurt you;
If all men count with you, but none too much;
If you can fill the unforgiving minute
With sixty seconds' worth of distance run -
Yours is the Earth and everything that's in it,
And - which is more - you'll be a Man my son!


Kipling, Rudyard - 1895.



Se---

Se você é capaz de manter a calma quando
Todos acima de você já a perderam e te culpam;
De crer em si mesmo quando todos estão duvidando
Mas permite que duvidem;
Se você é capaz de esperar sem se cansar por esperar,
Ou, ouvindo mentiras, não fazer uso de mentiras,
Ou, sendo odiado, não se render ao ódio;
E ainda assim não parecer bom demais, nem pretencioso;

Se você consegue sonhar - e não deixar que os sonhos o dominem;
Se você consegue pensar - sem fazer do pensamento tua finalidade;
Se você é capaz de lidar com o triunfo e a desgraça
E tratar da mesma forma estes dois impostores;
Se você pode suportar ouvir as verdades que falou
Distorcidas por malfeitores para servirem de armadilhas para os incautos,
Ou assistir as coisas pelas quais você deu a vida, estraçalhadas,
E reconstruí-las com ferramentas já desgastadas;

Se você pode fazer uma pilha com todos os seus ganhos
E arriscá-la em um lance de sorte,
E perder e, ao perder, recomeçar sem nada
E nunca suspirar uma única palavra sobre a sua perda;
Se você pode forçar o seu coração, nervos e vigor
Para serví-lo ainda muito tempo depois de já terem se esgotado,
E então se manter quando não há mais nada em você
Exceto a Vontade que diz: "Agüenta firme";

Se você é capaz de falar com multidões e manter a sua virtude.
Ou andar com reis - sem perder a simplicidade,
Se nem inimigos, nem amigos queridos podem machucá-lo;
Se todos os homens contam com você, mas nenhum demais;
Se você é capaz de preencher o minuto implacável
Com sessenta segundos válidos da distância percorrida -
Sua é a Terra e tudo que nela há,
E - o que é mais importante - você será um Homem, meu filho!

Tradução minha - 2007.

Um comentário:

Mr. Cortex disse...

Tradução "nossa" e a psicose acadêmica... rs..